Altice Labs submete 9 pedidos de patente em 2019

07/01/2020     Patentes

« Voltar a notícias

« Anterior   /   Próxima »

imagem da notícia

A proteção dos resultados da atividade criadora e inovadora de uma empresa, como forma de garantir a adequada e segura exploração dos mesmos e o retorno económico desejado, é universalmente aceite. Dentro do leque de instrumentos legais possíveis, a patente enquanto direito que protege as invenções (sendo uma invenção a solução técnica nova encontrada para resolver um problema técnico) tem um papel de destaque no âmbito da estratégia de proteção dos produtos e serviços inovadores desenvolvidos na Altice. Assim, durante o ano de 2019, foram efetuados pela Altice Labs vários pedidos de proteção em diferentes áreas tecnológicas e de negócio, que virão a desempenhar um papel crucial na diferenciação dos Produtos e Serviços do Grupo Altice:

1. Geração de interfaces web dinâmicas em tempo real e adaptáveis de acordo com os comportamentos do utilizador, baseadas em Inteligência Artificial e técnicas de Machine Learning. Deste modo é possível a criação de aplicações web adaptáveis e contextualizadas, proporcionando interações mais ricas, permitindo que as interfaces entreguem a informação da melhor forma possível, com uma melhor experiência de utilização aos utilizadores.

2. Sistema de gestão das ligações de vários clientes numa rede Mesh Wi-Fi. Solução tecnológica para gerir as conexões Wi-Fi de múltiplos dispositivos clientes potenciando e otimizando os recursos disponíveis.

3. Método de Processamento de Linguagem Natural reduzindo a ambiguidade na seleção de intenções através da divisão do conjunto de dados de treino em vários modelos menores. Potenciará a utilização crescente de linguagem natural na interação com assistentes digitais.

4. Algoritmos inovadores “geo analytics” e “crowd analytics” para tratar de maneira mais eficiente e de forma anonimizada, o grande volume de dados gerados numa rede de telecomunicações móveis relativos a movimentação e comportamento de multidões.

5. Num cenário de Rede de Acesso, o objetivo da invenção é criar um sistema que fornece uma abstração em entidades que representam as sessões de utilizador, de forma a estas poderem ser manipuladas pelo plano de controlo sem necessidade de conhecer os detalhes da rede.

6. Solução integrada de serviços de telecomunicações orientada para o ambiente de hotelaria e sustentada numa rede de fibra ótica (GPON) interna do hotel. Permite a convergência de todos os serviços (telefone, internet e TV/IPTV nos quartos, câmaras de vigilância, rede intranet dos funcionários) nessa única rede de fibra e oferecer uma cobertura Wi-Fi por todas as áreas do hotel, garantindo uma elevada qualidade de experiência para o utilizador, segurança e fiabilidade. Adicionalmente reduz a complexidade de instalação, operação e manutenção de toda a solução devido ao menor número de equipamentos utilizados e por um conjunto de algoritmos desenvolvidos internamente pela Altice Labs e abrangidos pela patente.

7. No contexto de gestão de dispositivos de cliente (Device Management), o sistema que proporciona as condições de comunicação com os dispositivos (gateways, STBs, IoT devices), tem que suportar um número elevadíssimo de ligações, muitas vezes em cenários onde existem redes privadas e firewalls. A invenção consiste num sistema e métodos para uma implementação que suporta comunicação simultânea com vários milhões de dispositivos de uma forma escalável e distribuída, usando de uma forma inovadora as facilidades proporcionadas pelo http/2 e SSE.

8. Solução que permite ao Operador de serviços de telecomunicações usar o telefone móvel do cliente (com interface NFC) como um procedimento simples e rápido para obter informações adicionais sobre o status de um terminal de rede específico que não pode ser devidamente alcançado usando ferramentas tradicionais de Operação e Manutenção. Essa informação será enviada para o Operador através da rede móvel, de uma forma segura e confidencial, permitindo às equipas técnicas fazer o despiste da avaria e evitando a deslocação de um técnico ao local.

9. Método, aplicável a dispositivos de reprodução de conteúdos de televisão que, com a avaliação do perfil do cliente, nomeadamente das suas subscrições ativas e das suas preferências, tem a capacidade de alterar proactivamente a emissão A/V.
O método pode ser aplicado, por exemplo, na transmissão de vídeo de um evento desportivo em exclusivo num canal premium. Se o cliente tem este canal subscrito, mas prefere o comentário áudio de outra fonte (canal não premium), o dispositivo é capaz de enriquecer a emissão com a conjugação dos fluxos de vídeo (canal premium) e de áudio (canal da preferência do cliente.

« Voltar a notícias

« Anterior   /   Próxima »