COTEC premeia cooperação exemplar da Universidade de Aveiro com a PT Inovação

02/12/2013     COTEC Portugal / Colaboração

« Voltar a notícias

« Anterior   /   Próxima »

imagem da notícia

A cooperação entre a Universidade de Aveiro (UA) e a PT Inovação, que conta com um historial de quatro décadas, foi distinguida na 1ª edição do Concurso "Casos Exemplares de Cooperação Universidade-Empresa" 2013, promovido pela COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação. O prémio foi entregue a 27 de novembro durante o 10º Encontro Nacional de Inovação COTEC, que se realizou na Culturgest, em Lisboa, com a presença do Presidente da República Aníbal Cavaco Silva.

Com o concurso, aberto às 15 universidades que integram o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, a COTEC pretende premiar e incentivar a cooperação de forma continuada entre as universidades e o tecido empresarial e com resultados benéficos para ambas as partes. Foram admitidas 16 propostas, tendo a Universidade de Aveiro recebido o primeiro prémio e as Universidades de Lisboa, Porto e Minho uma menção honrosa. "A parceria entre a UA e a PT Inovação é o exemplo da excelência associada à dinâmica que esteve na base da criação, em 1973, de novas universidades no país viradas para a cooperação com o tecido económico", congratula-se Carlos Pascoal Neto, Vice-reitor da academia de Aveiro.

A criação do CET - Centro de Estudos de Telecomunicações (antecessor da PT Inovação) - no início da década de 70, foi decisiva para o nascimento da academia de Aveiro, acolhida numa fase inicial nas próprias instalações da empresa. Este berço viria a influenciar a estruturação do núcleo dos departamentos e a definição das áreas académicas e de investigação da UA, viradas sobretudo para a eletrónica e telecomunicações.

Neste contexto salienta-se a criação do Instituto de Telecomunicações (IT), e em particular do Pólo de Aveiro (do qual a UA e a PT Inovação são fundadoras) como uma infraestrutura determinante na relação das duas instituições e na evolução das Telecomunicações na Região de Aveiro e em Portugal.

Desde então, foram inúmeros os projetos de investigação e desenvolvimento tecnológico (I&DT), nacionais e europeus, em que a UA/IT e a PT Inovação foram pioneiros, nomeadamente no desenvolvimento de infraestruturas de banda larga e redes de fibra ótica, bem como de produtos e serviços avançados de telecomunicações e serviços digitais de apoio às áreas económica, social, cultural e administrativa.

Financiamentos, inserções profissionais e novos negócios

"Em todos os parâmetros de cooperação Universidade-Empresa, a cooperação entre a UA e a PT Inovação está evidenciada de uma forma extremamente positiva sob o ponto de vista qualitativo e quantitativo", diz Pascoal Neto. O responsável aponta "os projetos de investigação conjuntos com um volume de financiamento muito significativo, a produção de patentes, a inserção profissional [mais de metade dos atuais quadros da PT Inovação são formados na UA], o aparecimento de novos negócios e produtos e, sobretudo, a criação de um cluster e de um ecossistema inovador e empreendedor à volta das telecomunicações, centrado em Aveiro, onde os dois pilares fundamentais são a UA e a PT Inovação".

Da dinâmica de inovação e de transferência de conhecimento, bem como de promoção do empreendedorismo na UA, resultaram cerca de 40 start-ups e outras iniciativas empresariais em Aveiro ligadas ao setor das Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica, muitas delas promovidas por antigos alunos da academia, agrupadas no cluster Inova-Ria, a que a PT Inovação e a UA pertencem. O cluster representa hoje 60 associados e tem um volume anual de negócios de 365 milhões de euros. A UA, o IT e a PT Inovação foram igualmente três das entidades fundadoras do Pólo Nacional de Competitividade e Tecnologia, TICE.PT, sedeado em Aveiro.

Cerca de 50 dissertações de mestrado e 20 de doutoramento com orientação conjunta e uma centena de estágios profissionais só nos últimos dez anos ajudam igualmente a justificar a escolha da COTEC. A associação que teve também em conta os 140 milhões de euros de investimento em projetos de I&DT, com financiamento externo, e os 4,8 milhões de euros de contratos de transferência de tecnologia, com financiamento direto da PT Inovação à academia de Aveiro, ao longo dos últimos 40 anos.

 

Créditos da imagem: Página Oficial da Presidência da República Portuguesa

« Voltar a notícias

« Anterior   /   Próxima »