Ultra TV | UltraTV
ultratv,itv,4k
14468
home,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-14468,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive

MISSÃO

Com este projeto, a Altice Labs e os seus parceiros de consórcio, Instituto de Telecomunicações de Aveiro e a Universidade de Aveiro, pretendem extravasar de uma forma radical a mera reimplementação dos serviços disponíveis atualmente, privilegiando a experiência do utilizador (UX). Para tal, propõem novos modelos de interação com os conteúdos e com a própria interface; novos serviços de recolha sistemática de dados de saúde, integradas numa lógica de promoção do envelhecimento ativo; bem como a proposta de arquiteturas de transmissão de rede com vista ao suporte de conteúdos UltraHD.

SABER MAIS

OBJETIVOS

O objetivo fundamental do projeto é desenvolver um ecossistema de aplicações de TV Interativa, multidispositivo, que permita suportar um serviço de TV com as funcionalidades mais avançadas do mercado, suscetível de servir de base a uma nova geração do serviço MEO, quer em Portugal quer em quaisquer outras geografias onde o grupo Altice está presente, nomeadamente França, Israel, República Dominicana e Estados Unidos.

SABER MAIS
FUNCIONALIDADES AVANÇADAS

Desenvolver um ecossistema de aplicações de TV Interativa, que permita suportar um serviço de TV com as funcionalidades mais avançadas do mercado, suscetível de servir de base a uma nova geração do MEO

NORMAS ABERTAS

Que esse ecossistema seja suportado em normas abertas, como HTML5, MPEG-DASH, HbbTV e RDK, e possa ser alvo de desenvolvimentos por qualquer entidade com competências para tal

MULTIDISPOSITIVO E STBS ABERTAS

Que sejam suportadas STBs de operador, com o desenvolvimento das respetivas aplicações de suporte, mas também STBs abertas, bem como televisores “inteligentes”, computadores, tablets e telemóveis

INTEGRAÇÃO DE CONTEÚDOS

Que o foco das aplicações seja facilitar o consumo de conteúdos a pedido de uma forma integrada, que vá para além da lógica linear dos alinhamentos tradicionais de canais

TECNOLOGIA DE TRANSMISSÃO ADAPTATIVA

Que todo o ecossistema use tecnologias de distribuição adaptativa como base para a transmissão de conteúdos para que seja o mais agnóstica possível às redes onde em concreto vai ser usada, mas mantenha um elevado nível de qualidade de imagem, mesmo nos casos de utilização de conteúdos de UltraHD ou posteriores

PARCEIROS

Equipa Altice

Altice Labs

Equipa Social iTV

Universidade de Aveiro

Equipa IT

Instituto de Telecomunicações